• Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

    Junte-se a 5 outros seguidores

  • Parceiros

  • Acompanhe-me no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Imagens do novo Mortal Kombat

mkpreviewheronew

Divulgadas imagens do novo Mortal Kombat:

O game promete resgatar as origens, recriando os mesmos equipamentos, movimentos e cenários dos MK’s antigos. Continue lendo

Green Day: Rock Band

A banda norte-americana Green Day divulgou o repertório do game musical “Green Day: Rock band“, que será lançado no dia 8 de junho. As informações são do site da revista “Rolling Stone”.

A trilha sonora do jogo terá 47 canções, incluindo a íntegra dos álbuns “Dookie”, “American idiot” e “21st century breakdown”, além de faixas dos discos “Warning”, “Nimrod” e “Insomniac”.

O jogo começa com a banda tocando em um espaço fictício apelidado de Warehouse (ou “armazém”), que captura o clima dos primeiros palcos em que o Green Day se apresentava no início da carreira. Na etapa seguinte, a banda pula para o Milton Keynes National Bowl, onde foi gravado o álbum ao vivo “Bullet in a Bible”, de 2005. A terceira fase do game se passa no Fox Theatre, em Oakland, na Califórnia (EUA).

Veja o setlist completo de “Green Day: Rock band”.

Dookie
“Burnout”
“She”
“Having a blast”
“Sassafrass roots”
“Chump”
“When I come around”
“Longview”
“Coming clean”
“Welcome to paradise”
“Emenius sleepus”
“Pulling teeth”
“In the end”
“Basket case”
“F.O.D.”

“American idiot”
“American idiot”
“She’s a rebel”
“Jesus of suburbia”
“Extraordinary girl”
“Holiday”
“Letterbomb”
“Boulevard of broken dreams”
“Wake me up when september ends”
“Are we the waiting?
“Homecoming”
“St. Jimmy”
“Whatsername”
“Give Me novacaine”

“Warning”
“Minority”
“Warning”

“Nimrod”
“Hitchin’ a ride”
“Good riddance (Time of your life)”
“Nice guys finish last”

“Insomniac”
“Brain stew” / “Jaded”
“Geek stink breath”

“21st Century Breakdown”
“Song of the century”
“¿Viva la gloria? (Little girl)”
“21st century breakdown”
“Restless heart syndrome”
“Before the lobotomy”
“Horseshoes and handgrenades”
“Last night on earth”
“The static age”
“Peacemaker”
“American eulogy”
“Murder city”
“See the light”

A expectativa é boa.

MEDIEVIL

Farei aqui uma série de jogos que marcaram minha infância/adolescência, e pra começar: Medievil.

Personagens em low-poly, com cenários na maioria escuros, quadrados, cômicos, mas bem desenhados, enredo envolvente, armas engraçadas e inimigos mais engraçados ainda, isso é Medievil. Voce provavelmente nunca deve ter ouvido falar, o que é normal, o jogo de fato não é muito conhecido, me consumiu centenas de horas, mas me divertiu, e como me divertiu.

Medievil 1

A historia é de Sir Daniel Fortesque, um guerreiro covarde, morto na batalha contra um grupo de mortos-vivos, foi posto como herói, um falso herói, já que ele não fez NADA.
O jogo começa 100 anos depois dessa batalha, quando Zarok ressuscita seu exército de mortos-vivos, e traz de volta tambem Daniel, que agora carregava todo o peso de herói. A partir daí é só andar, matar e resolver puzzle’s até o fim, fim esse que eu confesso nunca ter chegado =\

Enfim, com Zarok vencido, Daniel foi posto para descansar novamente, dessa vez como um fatídico herói.

Medievil 2

Daniel é novamente despertado, 500 anos mais tarde, agora por um mago, e claro, junto com ele a legião de mortos-vivos do exército de Zarok.

O jogo é praticamente o mesmo, com cenários diferentes, só é um pouco mais desafiador e mais cômico, como exemplo a paixão dele por uma múmia, sim, uma caveira e uma múmia. Esse eu tive o prazer de terminar, com dificuldade mas terminei.

Bem, se voce nunca jogou, provavelmente nunca jogará, já que o jogo teve sua ultima versão lançada para o PSP, chamado Medievil: Ressurection, a história eu não conheço, mas não é difícil de deduzir.